domingo, 21 de setembro de 2014

Trio bão, no Paolão: Chateauneuf du Pape Bosquet des Papes 2011, Salanques 2010 e Don Maximiano 2008

JP, Fernandinho e eu fomos à casa de nosso amigo Paolão para bons papos, petiscos e ótimos vinhos. O primeiro deles, oferecido pelo JP, foi um (muito) jovem Chateauneuf du Pape Bosquet des Papes Cuvée Tradition 2011. O vinho é feito com 75% Grenache, 11% Syrah, 11% Mourvèdre e 3% de Vaccarèse, Counoise e Cinsault. Bem, o próprio produtor menciona que o vinho começa a atingir o seu melhor depois de 6-7 anos. E este, obviamente, com seus 3 aninhos, estava novíssimo. Um pecado, JP! Mas já que estava lá, tascamos o saca-rolhas e pronto. O vinho mostrava aromas de frutas silvestres, framboesas e amoras, em meio a especiarias, como alcaçuz e canela. Os aromas ficavam tímidos, como se quisessem dizer: "Ei, daqui a uns anos estaríamos maravilhosos"! rs. E em boca a mesma coisa: Timidez!  Fechado e tânico, claro. Mas mesmo assim, deu para ver a sua grande qualidade e potencial. Vinho intenso e mineral. Um belo Chateauneuf, que em 2021 estaria ótimo! 
O Paolão abriu um Salanques 2010, de Mas Doix, Priorato. O vinho é feito com Garnacha (65%), Cariñena (25%) e Syrah (10%). Só as videiras de Syrah são mais jovens. As outras têm mais de 80 anos. Todas, de rendimento baixíssimo (700 gramas de uva por planta). Este também estava novo, mas bem mais apreciável. Os aromas de cereja preta e ameixa se mesclavam a notas licorosas, de chocolate e minerais. Em boca mostrava ótima intensidade, fruta na medida certa, acidez correta e mineralidade. Mais uma confirmação de que vinhos do Priorato sempre são ponta firme. Muito bom! Sócios do Clube Wine, podem comprar que vale a pena.
E eu levei um Don Maximiano 2008, já comentado aqui no blog duas vezes. Por isso, só direi que estava ainda melhor que das outras vezes: sedoso e corretíssimo!  Evaporou rapidinho da garrafa, claro...rs.

2 comentários:

  1. Flávio,

    Eu tenho aqui o Mas Doix 2010, que comprei também na Wine. Tinha aquela promoção dos 20%, mais um cupom de desconto, saiu por 170 na época (ano passado). Hoje com o desconto está saindo por 270, então acho que foi boa compra. Tenho pouca experiência com vinhos do Priorat, penso em abrir daqui a uns 3 ou 4 anos. Que acha?

    Interessante que o 2009 é vendido na Mistral por inacreditáveis 608 reais... É isso mesmo, é o mesmo vinho???
    http://www.mistral.com.br/loja/produto/Mas-Doix-2009/23383

    http://www.wine.com.br/prod7648.html

    Ps: Quando abrir o Marques 2010 eu te falo o que achei.

    abraços,

    Alexandre/DF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexandre,
      Também fiz uma parceria com um amigo aqui e pegamos o Mas Doix 2010 na Wine. Mas não pegamos com os mesmos belos descontos que você. Mesmo assim, foi um belo preço. O vinho é o mesmo vendido pela Mistral e custa 120 doletas nos EUA. O preço na Wine (que não me leiam...rs), está muito bom. Aliás, o Salanques também está, pois custa 40 doletas nos EUA. Ou seja, para sócios está quase o mesmo preço de lá.
      Os vinhos do Priorato são muito longevos. Já bebi uns bem antigos em perfeitas condições. Por outro lado, bebi uns relativamente novos e que não se mostravam fechadões. Este ano abri um Clos Mogador 2007 que estava perfeito! Até ganharia com mais tempo em adega, mas estava perfeitamente apreciável. Eu não sei quanto tempo o meu amigo e eu vamos resistir a este aqui...rs. Mas eu tentaria deixá-lo pelo menos mais uns dois aninhos na adega. Pelo seu irmão Salanques, deve ser um vinhaço.
      Abraços,
      Flavio

      Excluir