terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Apaltagua Grial 2008: Carménère do andar de cima

Gosto dos vinhos da chilena Apaltagua. O Signature, por exemplo, é muito bom. Este Apaltagua Grial 2008 é um vinho top da vinícola. É feito com vinhas de mais de 60 anos e matura por 12 meses em barricas novas de carvalho francês. Tem aromas de ameixas, amoras, café, tostado e terrosos. A pirazina, está lá, claro... Mas não é exagerada. Em boca é denso, mais seco que muitos conterrâneos, boa acidez e taninos firmes. Tem ótima estrutura para escoltar uma boa carne na brasa com aquela dose carregada de gordura. Gostei do vinho, ainda que a Carménère não seja minha uva predileta. Para mim, mesmo depois de beber o famoso (e caro) Carmin de Peumo, ainda considero o Microterroir e o El Incidente os melhores vinhos feitos com a casta, por não serem carregados de pirazina. Este Grial bate fácil de frente com o Terrunyo. Mas seu lado mais seco, frescor e taninos firmes me agradam mais.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Falernia Pedro Ximenez 2013: Experimente!

A uva Pedro Ximenez é muito mais conhecida pelos vinhos Jerez de sobremesa. Mas a vinícola chilena Falernia produz este branco com a casta. O vinho é fermentado em tanques de inox e permanece por 4 meses com as borras, com battonage semanal. Levei este Falernia Pedro Ximenez 2013 embrulhado para beber com amigos e a aprovação foi geral. A maioria pensou se tratar de um Riesling. O vinho tem cor amarela, bem clarinha. Ao nariz mostra notas florais e cítricas (lima e limão), em um fundo mineral que remetia a vinhos feitos com a Riesling (mas sem aquelas notas fortes de petróleo). Em boca, destacava-se pela ótima acidez, que lhe aportava muito frescor, e mineralidade. O final é mineral e com leve toque herbáceo. É um vinho refrescante, para bebericar ou acompanhar queijo de cabra. Acho que também escoltaria ostras frescas. Muito bom! Vale a pena experimentar. Mesmo por que, tem bom preço.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Quinta das Bágeiras Bruto Natural Reserva 2004: Espumante Português Austero!

Um dos espumantes que abri nesse final de 2016 foi este Quinta das Bágeiras Bruto Natural Reserva 2004. O espumante bairradino é feito sob a batuta de Mário Sérgio Alves Nuno, com as castas Maria Gomes, Bical e Rabo de Ovelha. O vinho é fermentado em tanques de inox e estagia 2 anos na adega antes de sair ao mercado. Como o próprio nome diz (Natural ou Nature), não tem adição de licor de expedição. A foto mostra sua cor amarelo ouro, brilhante, bonita. As borbulhas são finas e numerosas. Ao nariz mostra notas de mel, vegetais, leve jerez e frutas cítricas, lembrando cagaita (Conhece? É uma fruta do cerrado, produto de árvore grande, de cor amarela e aromas e sabor exótico. Comia muito quando era moleque em minha Minas Gerais... Mas chamava apenas de gaita... Diziam que dava dor de cabeça se comesse muito...rs). Em boca é que o espumante mostra sua força. É seco, austero, vibrante, com ótima acidez, cítrico e final levemente vegetal. Muito vivo! Aqui do Brasil, lembrou-me o Estrelas do Brasil Brut, mas mais seco e com mais estrutura e pegada. A meu ver, não é para bebericar. É espumante que se destaca acompanhando comida. Pelo menos uns petiscos e/ou salada. Mas ele aguentou firme e fez par perfeito com belas postas de bacalhau. Vale a pena conhecer. É importado pela Premium, de BH. Só lamento que seja tão difícil encontrar os vinhos deles aqui no interior de São Paulo.



domingo, 1 de janeiro de 2017

Os destaques do Guia Descorchados 2017

Patricio Tapia lançou recentemente o Guia Descorchados 2017, com novidades bem-vindas, como novas vinícolas e descrição de novos vinhos que têm surgido e as mudanças recentes na viticultura de nossos vizinhos. Ele também traz uma descrição de cada um dos vales chilenos. Ainda não li, mas me parece interessante esta nova edição. Abaixo alguns destaques, retirados do site Vivir para Comer:

Melhor Tinto: Gandolini Las 3 Marias Vineyard Cabernet Sauvignon 2011 (98 pts) (Disponível no Brasil nas lojas paulistanas Dom Castilho e Bacco’s)

Melhor Branco: Cono Sur 20 Barrels El Centinela Estate Sauvignon Blanc 2016 (97 pts). Acho que é importado pela La Pastina. Mas os vinhos da Cono Sur são encontrados facilmente no mercado brasileiro.
Melhor Espumante: Bodegas Re, Re Renoir Virgen (94 pts) - Grand Cru; Caballo Loco Brut Nature (94 pts) – Não sei onde encontrar; Morandé Brut Nature (94 pts) – Grand Cru
Melhor Rosé: Bodegas Re, Pinotel Moscatel Rosado 2016 (93 pts) – Grand Cru; De Martino, Gallardía Rosé Cinsault 2016 (93 pts) - Decanter
Vinícolas Revelação: Bisquertt, Caliterra, Roberto Henríquez, Tinto de Rulo
Linha Revelação: Santa Carolina Cuarteles Experimentales; William Fevre Quino
Super Preço Tinto: Palo Alto Orgânico CS, Carignan, Shiraz, Carmenere, Malbec 2015 (91 pts)
Super Preço Branco: Caliterra Reserva Sauvignon Blanc 2016 (91 pts) - Decanter


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Casa Valduga Gran Nature 60 meses 2008: Muito bom!

Dias atrás li um post do Luiz Cola sobre um embate que fizeram colocando, às cegas, frente à frente, 5 espumantes tops brasileiros e um Champagne. A vitória foi de um Casa Valduga Gran Nature 60 meses da safra 2011. Como as dicas do Luiz são sempre boas, resolvi abrir este Casa Valduga Gran Nature 60 meses 2008 que tinha na adega. O vinho é feito com 80% Chardonnay e 20% Pinot Noir, com 60 meses de autólise das leveduras em cave. Espuma abundante ao ser servido, cor dourada brilhante e borbulhas numerosas e finas. Nariz cítrico, amendoado e com notas de torrefação. Com o tempo foram surgindo notas muito interessantes de uvaia e alecrim. Lembrava muito aromas de alguns vinhos brancos portugueses feitos com a Cerceal. Muito interessante! Em boca, boa acidez e cremosidade (mais para o frescor que para esta última). Gostei muito do espumante. Um dos melhores brasileiros que bebi ultimamente.

domingo, 11 de dezembro de 2016

Bracamonte Reserva 2001: 15 anos bem vividos!

O grupo Yllera produz vinhos em várias regiões espanholas, incluindo Rioja, Toro, Rueda e Ribera del Duero. Este Bracamonte Reserva 2001 eu comprei em uma bela promoção da Domus Vini. Eu ainda não havia bebido vinho do produtor e resolvi conhecer, ainda mais, por se tratar de um vinho de 2001, que foi uma safra excelente na Espanha, cujos vinhos me agradam muito. E este vinho agradou bastante. É um 100% Tempranillo maturado por 2 anos em barricas de carvalho francês (70%) e americano (30%). Tem cor escura e aromas de ameixas e cerejas secas, em meio a alcaçuz, tostado, toffee, e com o tempo, tabaco e couro. Em boca, era um Ribera com leve toque riojano, pela sua acidez cítrica, que lhe aportava bom frescor. Os taninos, finos, também mostravam boa presença. A boa mineralidade completava o conjunto. O final era especiado, com dominância do alcaçuz e um toque de tabaco. Cresceu com a comida. Um ótimo vinho que evoluiu muito bem nesses 15 anos. Se você aproveitou a promoção, fez bom negócio. No entanto, não acho que ele vá ganhar com tempo em adega. Portanto, manda ver no saca-rolhas!



quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Belle Glos Pinot Noir Santa Lucia Highlands Las Alturas 2013: Fruta pura!

Bebi este Belle Glos Pinot Noir Santa Lucia Highlands Las Alturas 2013, na casa de meu cunhado Bú, em Jaú. O vinho, californiano de Bay Area/Central Coast, tem este nome em homenagem à mãe do proprietário e enólogo, Joe Wagner, que se chamava Lorna Belle Gloss Wagner. Lorna Wagner foi co-fundadora da famosa Caymus. Este Las Alturas é um dos 3 Single Vineyards produzidos pela vinícola. Las Alturas, como o nome diz, é o mais elevado deles. O vinho matura por 9 meses em barricas de carvalho francês 60% novas. Sua cor é escura e brilhante. Os aromas de frutas maduras, amoras e cereja preta, se mesclam a notas de especiarias, como anis e alcaçuz (bem presente). Em boca, um típico fruit-forward wine: Muita fruta madura, nervosa, equilibrada com boa acidez e toque terroso. Tem também um toque tostado e de baunilha, mas o que reina mesmo é a fruta. É cheio de camadas e muito bem feito, mas o dulçor pode causar estranheza. Já vi gente dizer que é do tipo ame ou odeie. Não sei se é bem assim. Tem uma coisa intrigante nele. Apesar do dulçor e intensidade atípica para um Pinot Noir, ele pede uma nova taça. Eu matei meia garrafa na boa...rs. Vi que é uma característica dos Belle Glos, pois tempos atrás bebi um Clark e Telephone 2009 que tinha estilo bem parecido (clique aqui). A garrafa é muito bonita, com aquela cobertura vermelha que envolve toda a parte superior e impede contato da rolha com o ar. Eu tenho vontade de tirar a proteção do que tenho na adega para ele respirar um pouco... Não sei se isso daria uma tranquilizada no danado. O vinho ganhou 93 pontos da Wine Spectator e a designação Highly recommended




segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Veja a lista dos Top 100 da Wine Spectator para o ano de 2016!

Veja a lista dos Top 100 da Wine Spectator para o ano de 2016! Muita figura carimbada e algumas garrafas de boa qualidade pelo preço. Na linha do bom preço, gosto do sempre correto M. Chapoutier Bila-Haut, dos espanhóis Condado de Haza e Cune Gran Reserva (bom preço lá fora...rs) e do português Quinta do Cabriz Colheita (50 pilas, e já custou 20 e pouco). Um pouco mais caro (mas de bom preço lá fora), o espanhol La Rioja Alta 904 (uma beleza!), o Colomé Auténtico (Malbec sem madeira, muito fresco, uma delícia!) e o duriense Carm Reserva...
Nunca bebi o primeiro colocado, mas minha torcida não era para ele...rs. Pelos critérios da WS, e comparando com o que está na lista dos top 10, acho que o Don Melchor merecia melhor colocação, assim como o espanhol San Roman, da Maurodos (grande presença e sedosidade). O Moelleux Clos du Bourg do Domaine Houet talvez não tenha ficado mais na ponta por causa de distribuição. Mas que merecia mais, merecia. Uma reclamação: Eu queria ter visto mais vinhos portugueses na lista. 
Bem, mas a lista é mais uma diversão que qualquer outra coisa. Ou pelo menos, até a gente ver o preço dos contemplados por aqui. Por isso, se eu for comprar, pego um Colomé Auténtico, um Cabriz e um Bila-Haut. E já comprei o Carpineto Nobile di Montepulciano 2011 na Wine, por um preço justo.

1
Lewis Cabernet Sauvignon Napa Valley
2013
95
$90
2
Domaine Serene Chardonnay Dundee Hills Evenstad Reserve 
2014
95
$55
3
Beaux Frères Pinot Noir Ribbon Ridge The Beaux Frères Vineyard 
2014
95
$90
4
Château Climens Barsac
2013
97
$68
5
Produttori del Barbaresco Barbaresco Asili Riserva 
2011
96
$59
6
Orin Swift Machete California 
2014
94
$48
7
Ridge Monte Bello Santa Cruz Mountains 
2012
94
$175
8
Antinori Toscana Tignanello 
2013
94
$105
9
Château Smith-Haut-Lafitte Pessac-Léognan White 
2013
96
$106
10
Hartford Family Zinfandel Russian River Valley Old Vine 
2014
93
$38
11
Hamilton Russell Chardonnay Hemel-en-Aarde Valley 
2015
94
$37
12
Abadia Retuerta Viño de la Tierra de Castilla y León Selección Especial Sardon de Duero 
2012
93
$28
13
Reynvaan Syrah Walla Walla Valley In The Rocks 
2013
97
$70
14
Carlisle Zinfandel Russian River Valley Montafi Ranch 
2014
96
$47
15
M. Marengo Barolo Bricco delle Viole 
2012
94
$53
16
Château Coutet Barsac 
2013
96
$41
17
Merry Edwards Sauvignon Blanc Russian River Valley 
2014
93
$32
18
Condado de Haza Ribera del Duero 
2012
93
$25
19
Arcanum Toscana Il Fauno 
2012
93
$30
20
Turley Zinfandel Paso Robles Ueberroth Vineyard 
2013
94
$48
21
Sparkman Cabernet Sauvignon Columbia Valley Holler 
2013
94
$32
22
Cune Rioja Gran Reserva 
2010
94
$33
23
Mocali Brunello di Montalcino 
2011
93
$40
24
DuMOL Syrah Russian River Valley 
2014
94
$55
25
Villa Pillo Toscana Borgoforte 
2014
91
$12
26
Bodegas y Viñedos Maurodos Toro San Román 
2012
95
$65
27
Matthews Claret Columbia Valley 
2013
93
$40
28
Domaine Carneros Brut Carneros Ultra 
2011
93
$42
29
Tenuta di Trinoro Toscana Le Cupole 
2014
93
$27
30
Mollydooker Shiraz McLaren Vale Carnival of Love 
2014
95
$75
31
Tenshen White Central Coast 
2015
92
$20
32
Intrinsic Cabernet Sauvignon Columbia Valley 
2014
92
$22
33
Concha y Toro Cabernet Sauvignon Puente Alto Don Melchor 
2012
95
$125
34
John Duval Plexus Red Barossa Valley 
2014
93
$40
35
Sojourn Pinot Noir Sonoma Coast Gap's Crown Vineyard 
2014
94
$59
36
G.D. Vajra Barolo Bricco delle Viole 
2011
95
$70
37
Cayuse Syrah Walla Walla Valley Cailloux Vineyard 
2013
96
$80
38
Ramey Chardonnay Russian River Valley Ritchie Vineyard 
2013
94
$65
39
Bodegas Borsao Garnacha Campo de Borja Tres Picos
2014
91
$18
40
Fattoria di Felsina Chianti Classico Berardenga 
2013
92
$26
41
Kono Sauvignon Blanc Marlborough 
2015
90
$12
42
Viña Montes Cabernet Sauvignon Colchagua Valley Classic Series
2014
90
$13
43
St.-Cosme Côtes du Rhône
2015
91
$16
44
Caymus Cabernet Sauvignon Napa Valley Special Selection
2013
95
$160
45
Charles Smith Riesling Ancient Lakes Of Columbia Valley Kung Fu Girl Evergreen
2015
90
$12
46
Quinta de Cabriz Dão
2014
90
$10
47
Hall Cabernet Sauvignon Napa Valley Eighteen Seventy-Three
2013
94
$80
48
Fournier Père & Fils Sancerre Les Belles Vignes
2015
92
$26
49
Renieri Brunello di Montalcino Riserva 
2010
96
$100
50
Real Companhia Velha Douro Evel Red
2014
90
$13
51
M. Chapoutier Côtes du Roussillon-Villages Les Vignes de Bila-Haut
2014
90
$15
52
Bodegas Palacios Remondo Rioja La Montesa Crianza
2013
91
$20
53
Familia Zuccardi Cabernet Sauvignon Uco Valley Q 
2013
91
$20
54
Fritz Hasselbach Riesling QbA Rheinhessen Fritz's 
2014
90
$14
55
Gérard Bertrand Grenache-Syrah-Mourvèdre Corbières 
2014
90
$19
56
Bodegas Cepa 21 Ribera del Duero 
2011
92
$25
57
Cave de Roquebrun St.-Chinian-Roquebrun La Grange des Combes
2015
91
$20
58
Castello di Monsanto Chianti Classico Riserva
2013
91
$25
59
Viña San Pedro Cabernet Sauvignon Maipo Valley 1865 Single Vineyard
2014
91
$18
60
Roberto Anselmi Veneto White San Vincenzo
2015
90
$18
61
Joseph Drouhin St.-Véran
2014
90
$19
62
Bodegas Ontañon Viura Rioja Vetiver 
2014
91
$15
63
Tenute di Eméra Primitivo di Manduria Antica Masseria del Sigillo 
2014
90
$17
64
Bodega Colomé Malbec Salta Auténtico
2014
92
$25
65
La Rioja Alta Rioja 904 Gran Reserva 
2007
93
$55
66
Domaine Huët Vouvray Moelleux Clos du Bourg Première Trie 
2015
97
$70
67
Hahn Pinot Noir Santa Lucia Highlands SLH 
2014
92
$30
68
Lemelson Pinot Noir Willamette Valley Thea's Selection 
2014
92
$30
69
CARM Douro Reserva 
2012
91
$22
70
Ravines Riesling Finger Lakes Dry
2014
90
$18
71
Two Hands Shiraz McLaren Vale Lily's Garden
2014
94
$69
72
Jules Taylor Pinot Noir Marlborough
2015
93
$19
73
Korbel Brut California Organic Grapes
NV
90
$14
74
Bodega Norton Malbec Mendoza Reserva
2014
90
$19
75
Bodegas Godeval Valdeorras Viña Godeval Cepas Vellas
2014
91
$20
76
Carpineto Vino Nobile di Montepulciano Riserva 
2011
93
$31
77
Bodegas Hidalgo La Gitana Oloroso Jerez Faraon 
NV
92
$27
78
Jean Perrier & Fils Savoie Apremont Cuvée Gastronomie 
2015
90
$16
79
Tzora Judean Hills White
2014
92
$30
80
Lemos & van Zeller Douro Quinta Vale D. Maria 
2013
94
$68
81
Viña Cobos Chardonnay Mendoza Felino 
2015
90
$21
82
Kistler Chardonnay Carneros Hudson Vineyard 
2013
94
$80
83
Mud House Pinot Noir Central Otago
2014
90
$15
84
Boars' View Pinot Noir Sonoma Coast 
2013
95
$125
85
Domäne Wachau Grüner Veltliner Smaragd Trocken Wachau Terrassen 
2013
92
$30
86
Vigneti del Vulture Aglianico del Vulture Piano del Cerro
2012
93
$36
87
A. Clape Cornas
2013
96
$120
88
Arnaldo Caprai Grechetto Colli Martani Grecante
2015
90
$20
89
D. Kourtakis Assyrtiko Santorini Greek Wine Cellars
2014
90
$20
90
Domaines Bunan Bandol Rosé Moulin des Costes
2015
91
$30
91
Agricola Punica Isola dei Nuraghi Montessu 
2014
90
$30
92
Philippe Alliet Chinon 
2015
91
$23
93
Galil Mountain Yiron Galilee 
2013
92
$32
94
William Fèvre Chablis Domaine 
2014
90
$32
95
PlumpJack Syrah Napa Valley
2013
93
$56
96
Nicolas-Jay Pinot Noir Willamette Valley
2014
93
$65
97
Le Macchiole Bolgheri 
2013
91
$34
98
Dakota Shy Cabernet Sauvignon Napa Valley 
2014
94
$95
99
Cirq Pinot Noir Russian River Valley Treehouse 
2013
94
$125
100
Louis Latour Corton-Charlemagne 
2014
95
$175