terça-feira, 7 de julho de 2015

Lessona Sella 2008: Me arrependi!

Se você gosta de vinhos do Piemonte, não deve se restringir aos Barbera, Barolo e Barbaresco. Tente também apreciar outros vinhos. Além de Gattinara e Ghemme, etc, a DOC Lessona é uma bela alternativa. A comuna de Lessona (Província de Biella) fica no norte da Itália, a nordeste de Torino. Se você traçar uma linha reta entre Milão e Aosta, ela fica mais ou menos no meio do caminho, pertinho de Gattinara. Os Sella produzem vinho no local desde o século XVII, e dizem ser a vinícola mais antiga em atividade na Itália. Eu ainda não havia bebido seus vinhos, e chegou a hora por meio deste Lessona 2008Segundo a vinícola, a primeira safra do Lessona data de 1671! O vinho é feito com 80% Nebbiolo e 20% Vespolina (talvez esta proporção possa variar um pouquinho de safra para safra). A maturação é realizada em barricas de carvalho da Eslavônia (Não Eslovenos!) de 250 litros, por 24 meses. O vinho tem cor clara, bonita, e aromas refinados de pétalas de rosas e cerejas, em meio a alcatrão e alcaçuz. Em boca tem ótima presença, é muito fino, com boa acidez e um final longo e muito agradável. É mais leve que um Barolo, com taninos mais domados, mas eles estão lá, e agregam muita estrutura ao vinho. É um vinho delicioso, que evapora rapidamente da taça e da garrafa. Obviamente, perfeito para comida (como todo vinho deveria ser...). E querem saber o motivo do título desta postagem? Me arrependi de não ter comprado uma caixa! Este vinho é um prato cheio para quem gosta de bons vinhos italianos. Belíssima compra!

2 comentários:

  1. Comprei os bramaterra, um pouco mais caro, mas valem a pena também. Esses são 100% Nebbiolo, eu arriscaria dizer: os Pinot italianos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Jacques,
      Obrigado pelo comentário e pela dica. Estava em busca de alguma opinião sobre o Bramaterra. Vou colocar o danado na cesta! rs.
      Abraços,
      Flavio

      Excluir